Dicas

O Boto-Cor-de-Rosa e as belezas da Amazônia

O Boto-Cor-de-Rosa e as belezas da Amazônia

5 minutos Viajar pela Amazônia é fazer uma imersão na beleza da vida exuberante da floresta, das paisagens, nos sabores únicos de sua gastronomia e no contato com as comunidades flutuantes. Para além de tudo isso, é a oportunidade de um encontro com um dos grandes símbolos da Amazônia Brasileira: o boto-cor-de-rosa. O parentesco dos botos Você sabia que o boto cor-de-rosa (Inia geoffrensis) é um mamífero cetáceo que pode ser encontrado nas águas dos rios Amazonas, Solimões e Araguaia e que ele pertence Continue lendo

Pantanal: refúgio e local de preservação do maior felino das Américas, a onça-pintada

Pantanal: refúgio e local de preservação do maior felino das Américas, a onça-pintada

3 minutos Em um passeio de barco pelos rios e igarapés é possível avistar uma centena de pássaros multicoloridos, mamíferos diversos, peixes e répteis. Mas, o que mais chama a atenção é, na verdade, o maior felino das Américas: a onça-pintada. Descansando às margens dos cursos d’água, solitária ou acompanhada de filhotes, a onça-pintada parece gostar da atenção que recebe e até “fazer pose” para as câmeras, não se furtando a olhar quase diretamente nos olhos de quem a busca. E esta naturalidade vem Continue lendo

Uma viagem é melhor quando nos abrimos para a gastronomia local

Uma viagem é melhor quando nos abrimos para a gastronomia local

7 minutos O prato chega fumegante à mesa, o cheiro provoca água na boca e desperta nossos sentidos… À primeira garfada já é possível sentir a língua levemente anestesiada e um formigamento bom nos lábios. Os desavisados poderiam pensar que há algo errado com a comida. Mas, há quem viaje ao Pará, justamente, para ter esta sensação provocada pelo jambu, ingrediente muito presente em preparações típicas do estado, como o Pato no Tucupi e o Tacacá. Ele também pode ser misturado à cachaça, potencializando Continue lendo

Frutas nativas e exóticas que você pouco conhece

Frutas nativas e exóticas que você pouco conhece

6 minutos Você sabe o que é uma grumixama? E uma pitaya? Conhece a cherimoia? E pequi, sabe o que é? Se falarmos em cupuaçu você já entenderá do que se trata tudo isto, certo? Ou ainda é muito “exótico” pra você? Todas essas de que falamos são frutas. E você deve estar pensando que são frutas “exóticas”, afinal de contas, a maioria delas, você pode nunca ter visto ou ouvido falar. Pois bem, vejamos no dicionário o que significa a palavra “exótico”: ➢ Continue lendo

Dicas para tornar o smartphone um aliado na sua viagem

Dicas para tornar o smartphone um aliado na sua viagem

7 minutos O precursor do que conhecemos hoje como smartphone (os telefones inteligentes), foi o Simon,criado no início dos anos 1990, pela IBM. O aparelho vinha equipado com calendário, fuso-horário mundial, agenda e recebimento de e-mails. Em um curto período de tempo de poucas décadas, a evolução tecnológica vertiginosa permitiu que os smartphones contivessem um número sem fim de funções, que antes eram separadas em vários aparelhos, como câmera fotográfica e gps, e outras mais. O resultado é que os smartphones são presença constantes, Continue lendo

Guardiãs do Planeta – 15 mulheres ambientalistas que você precisa conhecer

Guardiãs do Planeta – 15 mulheres ambientalistas que você precisa conhecer

15 minutos O site A mighty girl (uma garota poderosa – em tradução livre) publicou uma lista de “mulheres incríveis que trabalha(ra)m para proteger o meio ambiente e todas as criaturas que compartilham nosso planeta“. A lista destaca mulheres que “mudaram o jeito como vemos o Mundo e nosso papel na sua proteção”. Elas, acima de tudo, mostraram “que desde nas nossas pequenas decisões do dia-a-dia até as políticas internacionais, cada um de nós podemos fazer a diferença”. Encerrando nossa série de artigos que Continue lendo

Jane Goodall: revoluções científicas, superações, lutas contra o preconceito e preservação dos Chipanzés

Jane Goodall: revoluções científicas, superações, lutas contra o preconceito e preservação dos Chipanzés

6 minutos No terceiro texto de nossa série que apresenta o trabalho de mulheres responsáveis por grandes lutas cujos resultados podem ser conhecidos em viagens, falaremos sobre Jane Goodall. A série vai publicar um texto por semana, durante o mês de março. Até que Jane Goodall observasse um chipanzé pegar um pequeno galho, retirar suas folhas, inseri-lo dentro de um pequeno túnel em um cupinzeiro para “coletar” cupins que lhe serviriam de alimento, a Ciência considerava que a diferença entre os Seres Humanos e Continue lendo

Maria Reiche, a Dama das Linhas de Nazca

Maria Reiche, a Dama das Linhas de Nazca

5 minutos Seguindo nossa série de textos que apresentam o trabalho de mulheres responsáveis por grandes lutas cujos resultados podem ser conhecidos em viagens, falaremos sobre Maria Reiche, a “Dama das Linhas de Nazca”. A série vai publicar um texto por semana, durante o mês de março. Se hoje podemos visitar e saber muita coisa sobre as impressionantes e super misteriosas Linhas de Nazca, se elas são intrigantes objeto de encantamento para milhares de turistas de todo o mundo que vão ao Peru anualmente, Continue lendo

Niède Guidon e seu intenso trabalho na Serra da Capivara

Niède Guidon e seu intenso trabalho na Serra da Capivara

6 minutos O Dia Internacional da Mulher (08 de março) é comemorado desde o início do século 20 e se tornou data oficial pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975. Com raízes históricas muito profundas, a data tem suas origens relacionadas a uma série de manifestações de mulheres trabalhadoras, em vários países do mundo, que lutavam por melhores condições de trabalho. Para celebrar esta data, vamos preparar uma série de textos que apresentam o trabalho de mulheres responsáveis por grandes lutas cujos resultados Continue lendo

Turismo sustentável: confira dicas de como viajar e reduzir o impacto ambiental

Turismo sustentável: confira dicas de como viajar e reduzir o impacto ambiental

4 minutos O termo “desenvolvimento sustentável” foi usado pela primeira vez, em 1987, pela ex-primeira ministra da Noruega, Gro Brundtland. Ela utilizou a expressão no relatório “Nosso Futuro Comum”, que mais tarde passou a ser conhecido como “Relatório Brundtland,” no qual relacionava progresso e meio ambiente.   A partir daí, cunhou-se que a definição do conceito seria “a capacidade de dar conta das demandas atuais sem que isto prejudique a capacidade das próximas gerações de satisfazerem as próprias necessidades”.   Em 2017, a Organização Continue lendo